Skip to main content

Viana apresenta proposta para criar ‘cluster’ automóvel no Norte e Galiza

Viana do Castelo vai “formalizar”, junto do Ministério da Economia, uma proposta para criação de um ‘cluster’ automóvel no Norte de Portugal e Galiza.

in Dinheiro Vivo / Lusa, 27-04-2018


O presidente da Câmara de Viana do Castelo disse, esta sexta-feira, à Lusa que vai “formalizar”, junto do Ministério da Economia, uma proposta para criação de um ‘cluster’ automóvel no Norte de Portugal e Galiza.

“A proposta vai ser formalizada ao Ministério da Economia e também à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N)”, afirmou o socialista José Maria Costa.

O autarca justificou a criação daquele ‘cluster’ com o facto de “na região Norte estarem instaladas muitas empresas do setor automóvel para fornecer marcas como a Peugeot e Citroën de Porrinho, que produzem cinco vezes mais que a Auto Europa”.

“Estas empresas constituem uma grande força empregadora e exportadora. Seria interessante haver uma associação das mesmas para atrair mais investigação e desenvolvimento para o território”, sustentou.

Para José Maria Costa, esta é “uma oportunidade de desenvolver um ‘cluster’ do conhecimento industrial do setor automóvel”, defendendo ainda “a necessidade de orientação da formação profissional e dos cursos superiores ministrados nos Institutos Politécnicos para esta área de atividade industrial”.

Segundo o autarca, a criação de um ‘cluster’ automóvel no Norte de Portugal e Galiza “permitiria criação de emprego, fixação de mais centros de conhecimento e inovação e mais cooperação entre as próprias regiões”.

A proposta de criação daquele ‘cluster’ foi lançada pelo presidente da Câmara de Viana do Castelo, na quinta-feira, durante o IV Congresso dos Governos Locais, que terminou esta sexta-feira, em Cracóvia, na Polónia.

José Maria Costa foi o “único autarca português convidado para o evento” que juntou mais de dois mil agentes, entre líderes políticos, elites regionais, funcionários dos Governos, executivos de empresas, ONG’s e jornalistas de toda a Europa.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.