Skip to main content

Quais os desafios em 2022 para o sector dos Transportes e Logística?

in O Jornal Económico,  por Vítor Andrade, 27-05-2022

extrato do Especial Transportes & Logística

 


A gestão da cadeia de abastecimento é um grande desafio para qualquer organização. É também uma das operações mais cruciais de qualquer atividade comercial, e todas as empresas querem certificar-se de que continua a ser tão eficiente e produtiva quanto possível.

Acontece que a gestão da cadeia de abastecimento é também uma das áreas mais voláteis e imprevisíveis de qualquer negócio.

Com o abrandamento da economia e redução da procura, as vendas de automóveis estão em queda acentuada. Os grandes cortes na produção de automóveis, obrigam os fornecedores a considerar mudanças drásticas. Esta situação é um culminar de fortes pressões sobre as empresas, caracterizada por redução de encomendas.

A guerra na Ucrânia acentuou ainda mais as dificuldades: Disrupções nas cadeias de abastecimento; Escassez de semicondutores e outras matérias-primas; Inflação dos custos: matérias-primas, energia, transporte; COVID-19.

Enfim, as empresas têm que GERIR A INCERTEZA, tudo isto num contexto de dupla transição: digital e energética.
A Indústria Portuguesa de Componentes Automóveis tem revelado um desempenho acima da produção automóvel na Europa.

Entre 2015-2021 cresceu a uma taxa de +3,4% ao ano, o que compara com um decréscimo médio anual de -4,4% da produção automóvel na Europa.

Esta performance, demonstra um aumento de penetração e ganho de quota de mercado dos componentes portugueses. Tal desempenho só é possível ser conseguido pela resiliência, competência e fiabilidade continuadamente demonstradas pela indústria junto dos clientes internacionais. Refira-se que 98% dos carros produzidos na Europa têm pelo menos um componente fabricado em Portugal.

 

ADÃO FERREIRA
Secretário-Geral da AFIA

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.