Skip to main content

PSA de Mangualde vai manter terceiro turno após outubro

O terceiro turno do Centro de Produção de Mangualde da PSA, que começou a laborar em abril para dar resposta ao aumento de produção, vai continuar.

in Dinheiro Vivo / Lusa, 29-09-2018


 

O terceiro turno do Centro de Produção de Mangualde da PSA, que começou a laborar a 03 de abril para dar resposta ao aumento de produção, vai continuar após outubro, garantiu hoje à agência Lusa fonte da empresa.

Na altura, a empresa tinha informado de que a laboração em três turnos estava garantida até ao final de produção da geração atual dos veículos, prevista para outubro, e que a sua continuação dependeria da resposta dos mercados ao novo modelo.

Hoje, a fonte contactada pela Lusa referiu que, apesar de estar dependente do comportamento dos mercados, “para já, o terceiro turno vai continuar para além do mês de outubro”.

O Centro de Produção de Mangualde está a assegurar o fim de série da atual geração Peugeot Partner e Citroën Berlingo, que “está com recorde de vendas”, explicou.

“Também se adivinha que o novo modelo tenha boas vendas. Enquanto isso acontecer, nós manteremos o terceiro turno”, frisou.

A mesma fonte referiu que o novo modelo está já a ser feito em Mangualde, “mas em baixa cadência”, por esta ser “a única fábrica do grupo” a produzir ainda a atual geração.

“A partir de novembro, vamos começar a produzir a 100% (o novo modelo)”, frisou.

O terceiro turno tem 225 trabalhadores, com os quais a empresa tem estado a renovar contratos.

Em 2017, a PSA de Mangualde produziu 53.600 veículos, um aumento de 07,8% em relação a 2016 (o melhor desempenho desta unidade do Groupe PSA dos últimos quatro anos).

Este aumento de produção levou a que, em janeiro, a empresa tivesse anunciado que ia antecipar o início do funcionamento do terceiro turno para abril.

“A abertura de mais uma equipa estava prevista somente para final deste ano, com o lançamento do novo modelo, mas o sucesso do Groupe PSA no segmento dos veículos comerciais ligeiros faz com que a terceira equipa se antecipe já com as atuais gerações do Peugeot Partner e do Citroën Berlingo, para os quais Mangualde assegura o fim de série”, justificou a empresa, na altura.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.