Skip to main content

Product in Touch: a exploração da sensação táctil

Cofinanciado pelo COMPETE 2020, o projeto propõe-se desenvolver um sistema virtual de haptics num ambiente imersivo de realidade virtual cujo cenário é o interior de um automóvel, onde o utilizador pode tocar e sentir os produtos compósitos sem que estes sejam reais.
in COMPETE, por Cátia Silva Pinto, 06-02-2019

1. Sìntese
O projeto Product in Touch resulta da iniciativa da empresa líder deste consórcio (Edilásio Carreira da Silva) em conjunto com os demais copromotores (INL – International Iberian Nanotechnology Laboratory e o CCG – Centro de Computação Gráfica), que tendo reconhecido uma área de desenvolvimento procurada a nível mundial por várias entidades científicas e empresariais associada a tecnologia de haptics aplicada aos materiais, procurou identificar qual o potencial de aplicação das tecnologias haptics ao conjunto dos seus produtos, tendo surgido como setor de maior potencial de aplicação o automóvel.
O projeto propõe-se desenvolver um sistema virtual de haptics num ambiente imersivo de realidade virtual cujo cenário é o interior de um automóvel, onde o utilizador pode tocar e sentir os produtos compósitos sem que estes sejam reais.
A relevância do sistema virtual de haptics é tal que irá permitir à empresa validar com os utilizadores as suas preferências mesmo antes dos protótipos estarem fisicamente construídos. Trata-se de um sistema que irá revolucionar a forma como a indústria de compósitos desenvolve os seus protótipos, com benefícios muito superiores aqueles que foram preconizados pela introdução da impressão 3D neste setor.
2. Sobre o Projeto Product in Touch
2.1 Enquadramento
Os fabricantes automóveis e terceiros envolvidos no ciclo de desenvolvimento de produtos estâo cada vez mais interessados na exploração das sensações tácteis relacionadas com as preferências dos clientes face ao produto, no que respeita à percepção de segurança, funcionalidade e qualidade. De facto, os produtos estão cada vez mais associados aos estilos de vida dos utilizadores pelo que a sua usabilidade, relacionada sobretudo com a funcionalidade e comando de tarefas, tem sido integrada para melhorar a qualidade percebida e satisfação do utilizador. Foi demonstrado que a avaliação de um produto pelo cliente é guiada pelos cinco sentidos humanos, onde o toque é o principal sentido que reforça a tomada de decisões quanto à aquisição de um produto. Para além disso, foi provado por diversos estudos de psicofísica e neurociência que a sensação agradável transmitida pela percepção táctil afeta a avaliação dos utilizadores não só quanto à estética e ergonomia, mas também quanto à percepção de qualidade do produto.
2.2 Âmbito
O projeto Product in Touch visa o desenvolvimento de uma solução virtual de haptics que permite ao utilizador interagir virtualmente com os materiais (neste caso concreto plásticos e compósitos) recebendo feedback tactil sobre os materiais em que toca.
Para tal foi constituído um consórcio do qual faz parte uma empresa, a Edilásio Carreira da Silva, situada na Marinha Grande, e duas entidades do sistema nacional de I&D, o International Iberian Nanotechnology Laboratory (INL), situado em Braga, e o Centro de Computação Gráfica (CCG), situado em Guimarães.
No projeto o foco reside na exploração da sensação táctil para o design de componentes específicos integrados no interior de automóveis, onde se propõe alcançar os seguintes resultados:
• Um sensor tátil para extrair características táteis de componentes plásticos reais;
• Correlacionar a sensação táctil e características dos objetos para melhorar a verificação de qualidade do produto na moldagem de componentes plásticos e corresponder à satisfação do cliente;
• Um método avançado de prototipagem virtual baseado na estimulação multissensorial para integrar o feedback dos clientes na verificação da qualidade e preferência do produto, de forma virtual, antes de entrar na fase de moldagem por injeção de componentes plásticos.
2.3 Resultados Esperados
Em declarações ao COMPETE 2020, Gabriel Ribeiro, responsável técnico do projeto explicou que “a solução apresentada pelo Product in Touch procura obter uma padronização da sensação táctil em ambiente virtual para melhorar o design, qualidade e processo de fabrico na moldação por injeção de componentes plásticos usados no interior automóvel.
A Edilásio em conjunto com as duas entidades do consórcio pretende trazer para as ferramentas de moldação de polímeros, tecnologia que permita avaliar e quantificar as sensações que os seus produtos injetados possam transmitir como experiência a cada utilizador. Neste prisma, o cliente (utilizador dos produtos injetados) e o fabricante de moldes estarão em linha de pensamento em termos de execução e de evolução de produtos com características sensoriais na indústria automóvel.
Assim, a solução apresentada pelo Product in Touch procura obter uma padronização da sensação táctil em ambiente virtual para melhorar o design, qualidade e processo de fabrico na moldação por injeção de componentes plásticos usados no interior automóvel.
O programa COMPETE 2020 é um programa determinante na valorização e principalmente na execução deste tipo de projetos de vanguarda.”
3. Apoio do COMPETE 2020
Apoiado pelo COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de Incentivos à I&DT, na vertente em co-promoção, o projeto “Product in Touch” envolveu um investimento elegível de 1,2 milhões de euros, correspondendo a um incentivo FEDER de 818 mil euros.
4. Links 
Edilásio Carreira da Silva
LABORATÓRIO IBÉRICO INTERNACIONAL DE NANOTECNOLOGIA (LIN)
CENTRO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.