Skip to main content

Metalurgia atinge exportação recorde de 13,8 mil milhões

As vendas ao estrangeiro apresentaram um crescimento de 9,6% em 2014 – nomeadamente para mercados de alto valor acrescentado.

in Diário Económico, por António Freitas de Sousa, 16-02-2015

O sector metalúrgico e metalomecânico fechou o ano de 2014 com as exportações a atingirem valores muito próximos dos 13,8 mil milhões de euros, representando um crescimento de 9,6%, face a 2013, de acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE). Em apenas quatro anos, (2010-14) as exportações do sector aumentaram 30%, sublinha a AIMMAP, a associação do sector.

Para 2015, “a estratégia vai continuar a passar pela expansão para mercados externos ainda com maior valor acrescentado e por uma aposta na substituição gradual das importações de bens e serviços da área da metalurgia e metalomecânica, reforçando a oferta de produtos com uma boa relação qualidade/preço e que permitam, não só às empresas mas também ao Estado, a aquisição em Portugal, por oposição às compras ao exterior”, adianta a AIMMAP em comunicado.

“A diversificação de mercado continua a ser uma forte aposta das empresas, tendo a Europa como principal destino das exportações. Ainda assim, mercados como Angola, China, Estados Unidos, Marrocos, Moçambique, e Colômbia começam a ter um peso cada vez mais relevante.”

Com cerca de 15 mil empresas e 200 mil colaboradores, o sector abrange vários subsectores que englobam actividades tão diferentes como a metalurgia, a cutelaria e louça metálica, máquinas e equipamentos, produtos metálicos, equipamento de transporte e fabrico de peças técnicas utilizadas no ramo automóvel, na aeronáutica e na indústria nuclear, entre outras.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.