Skip to main content

LIVRE DE EMISSÕES, SEGURO, FASCINANTE: BOSCH ESTÁ A MOLDAR A MOBILIDADE DO PRESENTE E DO FUTURO

A Bosch quer tornar a mobilidade o mais livre, segura e fascinante possível. Na IAA 2019, a empresa de tecnologia e serviços apresenta as suas mais recentes soluções de mobilidade personalizada, automatizada, conectada e eletrificada. Estas soluções da Bosch estarão disponíveis no pavilhão 8, stand C 02, assim como no espaço de exposições Agora.

in Smart Cities Network, 30-07-2019


Conceito e modelo de tecnologia no stand da Bosch

Bosch IoT Shuttle – veículos para o futuro da mobilidade urbana:

No futuro, os shuttles sem motoristas serão comuns nas ruas das cidades um pouco por todo o mundo – seja para transportar pessoas ou mercadorias. Graças aos seus motores elétricos, os shuttles vão deslizar pelos centros das cidades e conectar-se perfeitamente com o ambiente ao seu redor. A tecnologia da Bosch para automação, eletrificação, personalização e conexão, pode ser utilizado neste tipo de shuttles.

Chassis rolante – plataforma de eletromobilidade:

Motores elétricos, sistemas de direção, freios – a Bosch possui todos os componentes básicos da eletromobilidade no seu portfólio. Como parte de uma parceria de desenvolvimento com a Benteler, especialista em tecnologia automóvel e chassis, a empresa está a demonstrar como todos os produtos Bosch para veículos elétricos podem ser integrados entre si. A peça central do chassi rolante está, entre outras coisas, a ajudar a Bosch a refinar estrategicamente os produtos para responder a esses requisitos.

Gasolina, eletricidade e pilhas – Tecnologia Bosch para todos os tipos de motoresA Bosch quer tornar a mobilidade energeticamente eficiente e amiga do ambiente, seja qual for a aplicação, por isso oferece soluções para todos os tipos de motor – incluindo motores de combustão interna eficientes, motores de célula de combustível e vários estágios de eletrificação.

Sistemas de células de combustível – e-mobilidade para longo curso:

As células de combustível móveis permitem longas distâncias, curtos períodos de reabastecimento e – com hidrogénio produzido com energia renovável – uma utilização do veículo livre de emissões. Juntamente com a empresa sueca Powercell, a Bosch planeia comercializar uma grande quantidade de células de combustível. Além da pilha, que converte hidrogénio em energia elétrica, a Bosch está a desenvolver todos os componentes essenciais do sistema de modo a entrar em fase de produção.

Sistemas de 48-volts – baixo consumo e emissões de CO2:

Os sistemas Bosch de 48 volts oferecem um nível básico de hibridização para todas as classes de veículos, através de um motor auxiliar para assistir o motor de combustão interna. A tecnologia armazena energia de frenagem a partir da recuperação, disponibilizando-a depois durante a aceleração. Isso reduz o consumo de combustível e das emissões de CO2 em até 15%. A Bosch disponibiliza todos os principais componentes do sistema.

Soluções de alta voltagem – maior alcance para veículos híbridos e elétricos:

Veículos elétricos e híbridos plug-in tornam a mobilidade possível com zero emissões locais. A Bosch ajuda os fabricantes de veículos a projetar esses tipos de propulsores e fornece os sistemas necessários. O eixo eletrónico combina a potência eletrónica, o motor elétrico e a transmissão numa única unidade. A eficiência deste módulo compacto tem vindo a ser otimizada para possibilitar um maior alcance.

Gestão térmica – definir a temperatura correta em carros elétricos e híbridos:

A Bosch utiliza a gestão térmica inteligente para aumentar a gama de veículos elétricos e híbridos. A distribuição precisa de calor e frio melhora a eficiência da bateria e garante que todos os componentes funcionem dentro da sua faixa ideal de temperatura. O sistema de gestão térmica permite também obter uma temperatura agradável dentro do veículo.

Sistema flexível de medição da poluição do ar – melhor qualidade do ar nas cidades:

As estações de monitorização de ar são grandes e dispendiosas e medem a qualidade do ar apenas em alguns pontos selecionados. O sistema de medição de poluição do ar da Bosch consiste em caixas compactas que podem ser distribuídas de forma flexível pelas cidades. Estas caixas medem partículas e dióxido de nitrogénio, bem como temperatura, pressão e humidade em tempo real. A Bosch cria um mapa de qualidade do ar com base nessas medições e utiliza essa informação para aconselhar as cidades sobre o planeamento e gestão do tráfego.

Bicicletas de Montanha eléticas – fazer trabalhos leves em terrenos difíceis em duas rodas:

As bicicletas de montanha elétricas são atualmente o segmento de maior crescimento no mercado das eBike. O novo sistema de condução Bosch Performance Line CX está otimizado para ciclismo desportivo e apresenta um perfil compacto. A sua embraiagem de roda livre faz com que o manobrar pareça natural mesmo sem assistência motora.

Sistemas de assistência e automação – a Bosch está a ensinar os carros a conduzir

Segurança, eficiência, fluxo de tráfego, tempo – a automação é uma das chaves para muitos dos desafios da mobilidade de amanhã. Além de possuir um amplo portfólio de sistemas de assistência ao motorista, a Bosch desenvolve também de forma sistemática os seus sistemas, componentes e serviços, com vista a uma condução parcial, alta e totalmente automatizada.

Estacionamento autónomo – luz verde para estacionamento sem motorista:

A Bosch e a Daimler instalaram um sistema de estacionamento autónomo, no parque de estacionamento do Museu da Mercedes-Benz em Estugarda. É a primeira função de estacionamento sem motorista do mundo (SAE Nível 4) a ser oficialmente aprovada. O serviço de manobra automatizado é ativado por meio de uma aplicação para smartphone. Como se conduzido por uma mão invisível, o carro estaciona sozinho sem um motorista de segurança.

Câmara Frontal – processamento de imagem com algoritmos e IA:

A câmara frontal combina algoritmos de processamento de imagem com métodos de IA. No congestionamento do tráfego urbano, pode, por exemplo, reconhecer e classificar veículos parcialmente escondidos ou atravessados, pedestres e ciclistas de forma rápida e fiável. Isto permite que o veículo dispare um aviso ou uma travagem de emergência.

Sensores de radar – sensores surround para situações de condução complexas:

A última geração de sensores de radar da Bosch é ainda melhor na captura da envolvente do veículo – inclusive em condições de mau tempo ou de pouca luz. A sua agora maior faixa de deteção, ampla abertura e alta resolução angular significa que os sistemas automáticos de travagem de emergência podem reagir de maneira mais segura.

Sensor de movimento e posição do veículo – localização precisa para veículos:

A Bosch desenvolveu um sensor que permite que veículos automatizados determinem com precisão a sua posição: o VMPS sensor de posição e movimento do veículo . Isto permite que veículos automatizados determinem a sua posição exata na pista enquanto conduzem. O VMPS utiliza sinais do sistema global de navegação por satélite (GNSS) complementados com dados de um serviço de correção, bem como de sensores de ângulo de direção e de velocidade de roda.

Horizonte conectado – ainda mais preciso e atualizado:

A Bosch continua a aprimorar o horizonte conectado. A condução autónoma exige informações cada vez mais precisas em tempo real sobre a estrada adiante – por exemplo, pontos de perigo, túneis ou o ângulo das curvas. O horizonte conectado utiliza dados de mapa altamente precisos para fornecer ao veículo esse tipo de informação com segurança e confiabilidade.

Sistemas de direção elétrica – chave para a direção automatizada:

A direção assistida elétrica é uma das chaves para uma condução cada vez mais automatizada. Graças às suas múltiplas redundâncias, o sistema de direção elétrica da Bosch oferece segurança adicional. Na rara ocorrência de um erro, este pode ainda manter pelo menos 50% da funcionalidade da direção elétrica em veículos convencionais e autónomos.

Comunicação entre veículos, a sua envolvente e os utilizadores – a Bosch está a contribuir para conectividade à mobilidade sem interrupções

Veículos que avisam uns aos outros sobre os perigos ou que não necessitam de chave de ignição: a mobilidade conectada da Bosch facilita a vida dos utilizadores da estrada ao mesmo tempo que aumenta a segurança, a conveniência e o prazer de condução. A operação é simples graças às soluções intuitivas de interface homem-máquina (IHM). Uma gama de serviços adapta a mobilidade às necessidades individuais.

Display 3D – ecrã de instrumento com efeito de visão profunda:

O novo monitor 3D da Bosch cria no cockpit do veículo um efeito tridimensional convincente, que tanto os pilotos como os passageiros podem ver. Isto melhora a visualização dos sistemas de assistência, por exemplo, a câmara de marcha-atrás. Os motoristas desfrutam de uma visão geral e ainda mais clara das informações relevantes, como por exemplo a distância até obstáculos ou outros veículos.

Perfectly keyless – smartphones em vez de chaves:

sistema de acesso sem chave da Bosch funciona com uma chave virtual armazenada num smartphone. O sistema permite que os motoristas desbloqueiem automaticamente o veículo, liguem o motor e tranquem o carro novamente. Os sensores instalados no carro reconhecem o smartphone do proprietário com a mesma precisão que uma impressão digital e abrem o veículo apenas para eles.

Semicondutores – blocos de construção de mobilidade conectada:

Sem semicondutores, os veículos modernos simplesmente parariam – e a Bosch é o principal fornecedor de chips para a indústria automóvel. Os chips da Bosch ajudam os sistemas de navegação quando, por exemplo, o sinal do GPS é interrompido, e mantêm o comportamento de condução estável. Esses chips desligam também a energia dos carros elétricos em caso de acidente para proteger os ocupantes e permitir que os serviços de emergência realizem seu trabalho com segurança.

Comunicação V2X – troca de dados entre veículos e o meio envolvente:

A condução conectada e automatizada só é possível se os veículos comunicarem entre si e com o meio envolvente. No entanto, ainda não existe nenhuma base técnica global e uniforme para a troca de dados vehicle-to-everything (V2X). A unidade híbrida de controlo de conectividade V2X da Bosch é neutra em termos de tecnologia e permite comunicar via Wi-Fi e redes móveis. Isto significa que os veículos podem avisar uns aos outros sobre situações perigosas.

Computador do veículo – arquitetura eletrónica de última geração:

O aumento da eletrificação, automação e conectividade estão a colocar exigências cada vez maiores na eletrónica automóvel. A Bosch está a desenvolver as necessárias unidades de controlo seguras e potentes, conhecidas como computadores de veículos, e a colocá-las em ação para o powertrain, em automação, e para o infotainment.

Bateria na cloud – serviços para uma maior duração da bateria:

Os novos serviços cloud da Bosch aumentam a vida útil das baterias dos carros elétricos. Funções inteligentes de software analisam o status da bateria com base em dados do veículo transmitidos e do seu redor em tempo real. Isto reconhece os fatores de stress da bateria, entre eles o carregamento de alta velocidade e os vários ciclos de carga. Com base nos dados recolhidos, o software calcula as medidas necessárias tanto para combater o envelhecimento celular, como os processos otimizados de recarga.

Serviços preditivos de condições das estradas – antecipando possíveis perigos:

Chuva, neve e gelo mudam a aderência da superfície da estrada ou o coeficiente de atrito. Para permitir que os veículos automatizados saibam como precisam de adaptar o seu comportamento de direção às condições atuais, a Bosch desenvolveu os seus serviços de condições das estradas com base na cloud. Informações sobre clima, características da superfície da estrada e arredores, bem como os coeficientes de atrito esperados, são transmitidos para os veículos conectados via cloud em tempo real.

Câmara Interior – observar para uma maior segurança:

Sono, distrações ou um cinto de segurança esquecido: o que acontece dentro de um veículo pode ter consequências profundas. O sistema de monitorização interior da Bosch, opcionalmente disponível em configurações de câmara única e multicâmara, reconhece situações críticas numa questão de segundos e avisa o condutor. Isto significa uma maior segurança.

 


A Bosch está presente em Portugal desde 1911. Hoje, o Grupo Bosch é um dos maiores empregadores do país, com 5.200 colaboradores (a 31.12.2018) que contribuíram para gerar 1,7 mil milhões de euros em vendas internas em 2018. As áreas de negócio de Soluções de Mobilidade e Energia e Tecnologia da Edifícios estão representadas em Portugal, com unidades em Aveiro, Braga e Ovar. Nestas localizações, a empresa desenvolve e produz soluções de água quente; soluções de multimédia e segurança automóvel; sistemas de videovigilância e comunicação, dos quais mais de 90% são exportados para mercados internacionais. A partir de Lisboa, são ainda realizadas atividades de vendas, marketing, contabilidade e comunicação, bem como serviços partilhados de recursos humanos e comunicação para o Grupo Bosch.

O Grupo Bosch é líder no fornecimento de tecnologia e serviços. A empresa emprega mais de 410.000 colaboradores em o mundo (a 31.12.2018), que contribuíram para gerar uma faturação de 78,5 mil milhões de euros em 2017. As operações do Grupo Bosch dividem-se em quatro áreas de negócio: Soluções de Mobilidade, Tecnologia Industrial, Bens de Consumo e Tecnologia de Energia e Edifícios. Líder em IoT, a Bosch oferece soluções inovadoras para casas e cidades inteligentes, mobilidade e indústria conectada. A empresa utiliza o seu conhecimento em tecnologia de sensores, software e serviços, bem como a sua própria cloud IoT para oferecer aos seus clientes soluções conectadas e em diversos domínios a partir de uma única fonte. O objetivo estratégico da Bosch é fornecer inovações para uma vida conectada. A Bosch melhora a qualidade de vida em todo o mundo com produtos e serviços inovadores e fascinantes. Desta forma, a empresa oferece mundialmente “Tecnologia para a Vida”. O Grupo Bosch é constituído pela Robert Bosch GmbH e cerca de 460 subsidiárias e empresas regionais, presentes em 60 países. Incluindo os representantes de vendas e serviços, a rede mundial de desenvolvimento, produção e distribuição da Bosch está presente em quase todos os países. A sua força inovadora é a base para a continuidade do crescimento da empresa. Em 130 localizações em todo o mundo, a Bosch emprega 68.700 colaboradores em investigação e desenvolvimento.


O texto acima é da responsabilidade da empresa em questão.

Fonte: Press release


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.