Skip to main content

Lisboa recebe 10 camiões eléctricos made in Portugal

A fábrica da Mitsubishi do Tramagal está a fornecer 100 camiões totalmente eléctricos para testes em cinco cidades mundiais.

in Negócios, por Pedro Curvelo, 05-07-2018


Lisboa junta-se a outras cinco cidades – Amesterdão, Berlim, Londres, Nova Iorque e Tóquio – para a segunda fase de testes do Fuso eCanter, que deverá ter a duração de cerca de dois anos, explicou ao Negócios Francisco Geraldes, director-geral da Mitsubishi Bergé Portugal, distribuidora da marca no país. No total, foram 100 as unidades produzidas no Tramagal, em Abrantes, para serem testadas em todas as cidades que integram o projecto, com excepção de Tóquio.

As viaturas entregues esta sexta-feira à autarquia liderada por Fernando Medina serão utilizadas para a recolha de resíduos e objectos de grande volume e vêm equipadas com baterias que asseguram 100 quilómetros de autonomia. A comercialização do Fuso eCanter apenas deverá iniciar-se em finais de 2019 ou início de 2020, refere o responsável da marca.

Jorge Rosa, CEO da Mitsubishi Fuso Truck Europe, admite que poderão ser produzidas unidades adicionais ainda este ano devido ao elevado interesse de mais entidades em participar na fase de testes. Esta é uma possibilidade ainda em estudo, ressalva.

A Mitsubishi acredita que será pioneira na introdução de viaturas totalmente eléctricas no segmento de veículos de trabalho e, segundo Francisco Geraldes, “tem havido um grande interesse neste projecto”. Entre as vantagens da electrificação dos veículos para trabalho em centros urbanos, o responsável destaca “a redução da poluição e do ruído”, factores que considera “muito importantes” para a qualidade de vida nas cidades.

Sem avançar números, Francisco Geraldes, diz que o projecto implicou um “esforço grande de investimento” da Mitsubishi, principalmente no Japão, onde o modelo tem estado a ser desenvolvido, mas perfeitamente justificável face à “renovação do ciclo de produto”.

Até ao momento, os investimentos na fábrica foram diminutos, tendo sido feito um esforço “considerável” nos últimos  anos na formação de quadros e de alguns trabalhadores para a produção no novo veículo, diz Jorge Rosa.

Tal como já acontece com a produção actual da fábrica no Tramagal, a maioria das unidades fabricadas serão canalizadas para as exportações. Esta será a única unidade na Europa a fabricar o Fuso eCanter, tendo a seu cargo o abastecimento de todo o mercado europeu.

O CEO da empresa considera ser prematuro avançar com uma estimativa de produção para o arranque da comercialização do modelo, prevista para finais de 2019 ou início de 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.