Skip to main content

Gestamp instala a primeira linha de estampagem a quente em Portugal

A Gestamp, multinacional espanhola especializada na conceção, desenvolvimento e fabrico de componentes metálicos de alta engenharia destinados à indústria automóvel, inaugurou uma linha de estampagem a quente em Aveiro, a qual é mesmo a primeira do género em Portugal. A assinatura do contrato entre a AICEP e a Gestamp decorreu no dia 2 de julho, em Lisboa.
in Gestamp / AICEP, 03-07-2019

A assinatura do contrato contou com a presença do ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira. Este acordo contempla a concessão de um crédito de três milhões de euros à Gestamp, sem juros, do qual cerca de dois milhões de euros poderão ser convertidos a fundo perdido.

Localizada nas instalações da Gestamp em Aveiro, a nova linha, que apoiará a produção automóvel da Volkswagen, resulta de um investimento de 20,6 milhões de euros, entre 2018 e 2020, e prevê a criação de 35 postos de trabalho, dos quais 14 altamente qualificados. Esta infraestrutura foi considerada de interesse estratégico nacional, o que levou hoje à oficialização de uma parceria com o Governo português.

Graças a esta tecnologia de estampagem a quente, a Gestamp poderá fabricar peças mais seguras e leves, destinadas a veículos automóveis. Tal permitirá obter uma melhor relação entre consumo energético e impacto ambiental. A multinacional espanhola introduz esta tecnologia inovadora pela primeira vez em Portugal. Por esta via, pretende oferecer um melhor serviço aos seus clientes, as principais marcas automóveis, tanto para modelos movidos a combustão, como para os que possuem motorização elétrica.

Uma linha equipada com os métodos mais inovadores da Indústria 4.0

Esta linha é composta por um forno, o qual aquece o aço a temperaturas que rondam os 900 graus centígrados. A instalação conta com os mais recentes avanços ao nível da Indústria 4.0, e faz parte do projeto global do Grupo para monitorizar as suas linhas de estampagem a quente.

Com isso, espera melhorar o desempenho e aumentar a capacidade produtiva da sua linha de estampagem a quente. Para tal, são analisados diariamente mais de 100 mil milhões de dados, no sentido de identificar eventuais desvios dos padrões comportamentais da linha, e, assim, antecipar potenciais incidentes.

A Gestamp Aveiro conta com cerca de 700 colaboradores e exporta 80 por cento da sua produção, para além de trabalhar preferencialmente com fornecedores nacionais. Ao todo, a Gestamp emprega cerca de 1.600 pessoas nas três fábricas que possui no país, localizadas em Vila Nova de Cerveira e Vendas Novas, para além da de Aveiro. A empresa opera em Portugal desde 1997.

O diretor da Gestamp para a Europa do Sul, Fernando Macías, explicou que “desde a sua fundação que a Gestamp está presente em Portugal, há mais de duas décadas. Viemos, como sempre o fizemos, para acompanhar os nossos clientes no fabrico dos produtos mais inovadores. Hoje, essa aposta encontra-se mais viva do que nunca, como bem demostra este novo projeto”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.