Skip to main content

Famalicão: Coindu precisa de 300 funcionários para o setor de costura

A fábrica de estofos para a indústria automóvel Coindu está a recrutar até 300 ‘costureiros’ para a sua unidade de produção em Joane, no concelho de Famalicão, foi esta quarta-feira anunciado.

in O Minho, 09-03-2022


De acordo com uma publicação da Associação Comercial e Industrial de Famalicão (ACIF), que avança a informação,o anúncio urgente de recrutamento surge “em virtude da deslocalização de produções da Ucrânia, das marcas BMW e Audi”.

A empresa que nasceu em 1988, em Famalicão, pela mão de dois portugueses e um alemão, tem, espalhadas pelo mundo, dezenas de unidades de produção e ‘carteira’ com várias empresas adquiridas pela administração do grupo Coindu – que tem como CEO Marcus Teschner. O presidente do Conselho de Administração é António Cândido.

O vencimento base é de 705 euros com direito a prémio de assiduidade (40 euros), de antiguidade (até 26 euros) e de produção. O extra das horas noturnas é pago conforme o horário e é garantida formação na função.

De acordo com a ACIF, os interessados deverão encaminhar a candidatura para a diretora de Recursos Humanos da Coindu, através do e-mail nazare.penha@coindu.com.

 

Foto: Famalicao Made In

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.