Skip to main content

Exportações de componentes de automóveis atingem recorde de 2.945 ME até abril

As exportações de componentes de automóveis atingiram um valor recorde de 2.945 milhões de euros até abril, mais 4% face a igual período do ano passado, revelou hoje a Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel (AFIA).

in Diário de Notícias / Lusa, 14-06-2019


As vendas ao estrangeiro de componentes de automóveis produzidas em Portugal nos primeiros quatro meses deste ano (2.945 milhões de euros), representaram um aumento de 76% em relação a idêntico período de 2010, refere a AFIA em comunicado.

Por regiões, a União Europeia representou 91% das exportações nacionais de componentes no quadrimestre em análise, com 2.665 milhões de euros e um aumento de 3,6%, na comparação com igual período do ano anterior.

Já as exportações para o resto do mundo representaram 9% do total de componentes vendidas ao estrangeiro entre janeiro e abril deste ano, tendo-se registado um crescimento de 6,6% face a idêntico quadrimestre de 2018.

Entre janeiro e abril, 71% do total das exportações de componentes produzidas em Portugal teve como mercados a Espanha, Alemanha, França e o Reino Unido.

A Espanha lidera nos primeiros quatro meses deste ano o top das exportações de componentes fabricadas em Portugal, com 790 milhões de euros e um crescimento de 12,2%, seguindo-se a Alemanha com 610 milhões de euros e um acréscimo de 3,2%.

Na terceira posição surge a França com 443 milhões de euros e uma subida de 2,9% até abril, que compara com idêntico período do ano passado e no quarto lugar aparece o Reino Unido com 249 milhões de euros, mas com uma quebra de 15,1%, tendência que queda que se observa desde 2017.

Os componentes de automóveis fabricados em Portugal representaram no primeiro quadrimestre deste ano 15% do total das exportações portuguesas de bens e serviços transacionáveis.

Até abril, Portugal vendeu ao estrangeiro 20.014 milhões de euros em bens e serviços transacionáveis, mais 4,4% face a igual período de 2018.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.