Skip to main content

Exportações automóveis voltam a crescer

Numa altura em que as exportações portuguesas têm apresentado sinais de abrandamento, a AFIA – Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel vem realçar o esforço do setor de componentes automóveis que continua a registar crescimento.

in Oje, 27-06-2016

Diante dos mais recentes valores de exportação para o primeiro trimestre de 2016, a AFIA (entidade que congrega e representa, nacional e internacionalmente, os fornecedores de componentes para a indústria automóvel) sublinha que o setor foi responsável por 1823 milhões de euros de exportações, um montante que equivale a 15,3% do total de exportações de Portugal neste período.

Comparando com períodos homólogos, o peso das exportações do setor tem vindo a crescer, quer em valores absolutos, quer no peso relativo do total de exportações de Portugal.

Nesta sua análise, e tendo em conta o já referido abrandamento das exportações em Portugal, a associação não deixa de destacar o continuado crescimento do setor de componentes automóveis no esforço exportador do país, especialmente por se tratar de um setor composto por indústrias sujeitas a uma competição global num mercado de grande exigência e dinamismo, “em que só os mais capazes conseguem vingar”, reforça.

Na perspetiva da AFIA, numa era de “crescimento económico anémico”, a contenção de custos e aumento de produtividade são fundamentais para as indústrias manterem a sua competitividade e rentabilidade. “A trajetória do setor de componentes automóveis pode ser comprometida se aquela simples realidade não for percebida pelos órgãos que exercem o poder no país e, consequentemente, não houver uma atuação governativa, legislativa e jurisdicional que a suporte e potencie”, conclui.



Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.