Skip to main content

CONTINENTAL MABOR Uma forte aposta na exportação

A exportar mais de 97 por cento da sua produção para 65 países diferentes, a Continental Mabor aposta constantemente na inovação e na qualidade dos seus produtos. Os principais mercados de exportação desta empresa de pneus são Alemanha, França e Espanha.

in Portugalglobal nº 87, 30-05-2016

 https://i2.wp.com/afia.pt/wp-content/uploads/2016/05/201505300014.png?resize=470%2C251

Em Portugal desde 1989, a Continental Mabor é o resultado de uma joint-venture entre a alemã Continental AG (60 por cento) e a Mabor (40 por cento), sendo detida na íntegra pela Continental AG – um dos cinco maiores fornecedores mundiais da indústria automóvel – desde 1993. Localizada em Lousada, Vila Nova de Famalicão, a Continental Mabor dedica-se ao fabrico de pneus para viaturas de passageiros e aposta nos produtos de alta performance.

A Continental Mabor tem como principal objetivo ser reconhecida pela sua qualidade, eficiência, flexibilidade e inovação, de modo a alcançar a total confiança dos seus clientes nos seus serviços e produtos de tecnologia topo de gama. Além disso, aposta constantemente na qualidade dos seus colaboradores para garantir a excelência dos produtos que disponibiliza.

Atualmente com 1.794 colaboradores, a Continental Mabor conta com instalações modernas, fruto dos diferentes projetos de reestruturação e expansão que mereceram o apoio do Estado português e da Comissão Europeia.

A estratégia de investimento da empresa centra-se na produção de produtos com mais complexidade, como os pneus de alta performance e ultra ultra alta performance: UHP e UUHP, e os tradicionais pneus para SUV (Sport Utility Vehicles).

A inovação é também aposta da empresa, que tem investido na instalação em Portugal de Centros de Desenvolvimento em Tecnologias de Informação e Pesquisa e Desenvolvimento.

Estes investimentos permitiram aumentar o número de postos de trabalho no país, nomeadamente através da criação de um polo de criatividade em Portugal e do reconhecimento da capacidade técnica dos seus colaboradores.

“Sendo o setor automóvel muito significativo em Portugal, como se pode verificar pela quantidade de empresas que o envolvem, todos os investimentos são considerados uma mais-valia, especialmente se considerarmos que nos últimos anos se assistiu a um desinvestimento gradual. Com efeito, alguns construtores de automóveis estão a desaparecer do mercado e o impacto na região e no país é muito grande. Por isso, os investimentos significam um aumento dos postos de trabalho diretos e indiretos, bem como uma movimentação na economia”, afirma Pedro Carreira, presidente do Conselho de Administração da empresa.

A estratégia de internacionalização da Continental Mabor é definida pela Continental AG, casa-mãe da empresa em Hanôver, uma vez que o mercado português não tem dimensão para a sua produção. Assim, a empresa exporta mais de 97 por cento da sua produção.

A Europa é o mercado predominante dos produtos da Continental Mabor, com destaque para a Alemanha, França e Espanha. Ainda que em menor volume, a empresa envia também os seus pneus para os Estados Unidos, Holanda, Reino Unido e Bélgica. De realçar que em 2015 exportou para 65 países.

A internacionalização das empresas no setor automóvel é, hoje em dia, vital para toda a indústria, pelo que as empresas fornecedoras, por questões de sobrevivência, devem apostar sempre na exportação para diversos mercados e preparar a sua internacionalização antecipadamente, de modo a evitar uma crise súbita, refere ainda Pedro Carreira, explicando que o risco de ser um “player” no mercado global é demasiado elevado e os construtores de viaturas mudam rapidamente de estratégia.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.