SIMOLDES PLÁSTICOS recebe Prémio Melhor Investimento da AICEP

A Simoldes Plásticos, Associada da AFIA, foi a grande vencedora do prémio AICEP na categoria do investimento. A empresa que pertence ao Grupo Simoldes dedica-se ao desenvolvimento e produção de componentes para o sector automóvel.

in AFIA, 17-05-2019


Com o objectivo de apresentar e debater os principais resultados alcançados a nível da Exportação e da Captação de Investimento, a AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, realizou no dia 17 de Maio, na Nova School of Business and Economics  a primeira grande Conferência Exportações & Investimento.

No qual a SIMOLDES PLÁSTICOS foi a grande vencedora na categoria Melhor Investimento. O projecto HighTechWrap dotou a Simoldes Plásticos de uma unidade de revestimentos de peças termoplásticas, com as tecnologias mais avançadas, diversificando a produção e aumentando a sua capacidade de produção.

A Gestamp Aveiro, também da indústria de componentes para automóveis, recebeu uma menção honrosa também na categoria Melhor Investimento.

Estas distinções vêm confirmar o dinamismo da indústria de componentes automóveis e o seu papel fulcral no bom estado actual da economia portuguesa. Esta indústria é constituída por 235 empresas, e que na sua totalidade em 2017, ano referência para estes prémios, investiram 800 milhões de euros, o equivalente a 17% do investimento de toda a indústria transformadora.

O que vem demonstrar mais uma vez que a indústria portuguesa de componentes automóveis está constantemente a investir e assim disponibilizar cada vez mais produtos de maior valor acrescentado.

 

 

 

Exportações de componentes automóveis continuam a crescer

A Indústria de Componentes para Automóveis é um dos sectores mais importantes para o crescimento da economia e para as exportações portuguesas, tendo vindo a demonstrar um excelente desempenho, resultante de ganhos de competitividade do País nos últimos anos e da constante melhoria desenvolvida pelas empresas.

in AFIA, 16-05-2019


São conhecidos os valores de exportação do primeiro trimestre de 2019. Com base nos dados do INE – Instituto Nacional de Estatística, a AFIA – Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel constatou que o sector de componentes automóveis voltou a crescer e exportou 2,2 mil milhões de euros, mais 5% face ao período homólogo do ano transacto.

A indústria de componentes automóveis representa 15% das exportações de bens transaccionáveis.

Para mais informações clique aqui (ficheiro pdf).

 

 

 

 

 

AFIA em parceria com a AEP promove indústria portuguesa de componentes automóveis na GACS Expo

A AFIA – Associação de Fabricantes para a Industria Automóvel, no âmbito do acordo de colaboração para a promoção internacional da indústria portuguesa de componentes para automóveis celebrado com a AEP – Associação Empresarial de Portugal, promove pelo 3º ano consecutivo a participação nacional na Global Automotive Components and Suppliers Expo 2019, que decorrerá entre os dias 21 a 23 de Maio em Estugarda (Alemanha).

in AFIA, 16-05-2019


A GACS – Global Automotive Components and Suppliers é um certame anual sendo uma das principais feiras de negócios da Europa para a indústria de componentes automóveis, onde está representada toda a cadeia de valor da indústria automóvel.

A GACS decorre em paralelo com a Automotive Interiors Expo, a Autonomous Vehicle Technology Expo, a Engine Expo e a Automotive Testing Expo e que no total juntam cerca de 800 expositores oriundos de 38 países.

O stand colectivo promovido pela AFIA/AEP integra 9 empresas: A. HENRIQUES, EPEDAL, FABOR, FUNDÍNIO, INCOMPOL, OPTIMAL, SONAFI, TRIM NW e a WRK.

Adicionalmente participam mais 4 empresas associadas da AFIA com stands na Automotive Interiors Expo: ERT TÊXTIL, O2A AUTOADESIVOS, PTC GROUP e TMG AUTOMOTIVE.

Sendo que na Automotive Testing Expo expõe a DIVMAC (do grupo PINTO BRASIL).

De notar ainda a realização, também em simultâneo da Moulding Expo, feira internacional de moldes e ferramentas, com a presença de mais 4 empresas ligadas às AFIA: MOLDOESTE, PRIFER, SOCEM e a SETSA.

Até ao final de 2019 a AFIA em colaboração com a AEP promoverá, ainda, a participação colectiva portuguesa em mais 2 feiras:

  • 26 e 27 de Junho: Automotive & Manufacturing Meetings Madrid (Espanha);
  • 10 a 13 de Setembro: Salão Automóvel de Frankfurt (Alemanha).

A indústria de componentes automóveis muito tem contribuído para a consolidação da economia portuguesa. No primeiro trimestre de 2019 as exportações de componentes aumentaram 5% quando comparadas com o período homólogo de 2018. Estes números são bastante significativos, na medida em que no ano de 2018 as exportações de componentes automóveis atingiram o seu máximo histórico de 9,4 mil milhões de euros. A indústria de componentes automóveis é responsável por 16% das exportações portuguesas de bens transaccionáveis, ou seja, por cada 100 euros que Portugal vende ao exterior, 16 euros são componentes automóveis.

 

 

BMW to go ahead with Hungary plant; Daimler postpones expansion in the country

BMW has assured Hungary that a new factory in the country will go ahead as planned even though rival Daimler has postponed  plans to expand its Hungarian compact-car plant.

in Automotive News Europe, 16-05-2019


 

BMW has told Hungarian government that  the decline in demand does not affect the automaker’s planned factory in in Debrecen, Gergely Gulyas, the prime minister’s chief of staff, told a media briefing on Wednesday.

BMW said last year that it plans to open a new factory in Hungary by 2023 to produce 150,000 vehicles a year, with construction starting later this year.

Handelsblatt said there were internal tensions over whether the factory should go head, with production leaders pressing for work to start while finance chiefs are worried about potential overcapacity in a downturn.

BMW and Daimler are reviewing their production plans in Hungary due to a projected fall in vehicle demand, German newspaper Handelsblatt reported on May 12.

Daimler has postponed plans to expand its compact-car plant in Kecskemet because of plans to optimize its production network, a company spokesman told Automobilwoche, a sister publication of Automotive News Europe.

Reuters contributed to this report

 

 

GenSYS participa na 360º Tech Industry

GenSYS concebe e implementa soluções informáticas inovadoras para planeamento, controlo e programação da produção em ambientes de grande complexidade e diversidade.

in 360º Tech Industry, 16-05-2019


A GenSYS é uma Spin-Off da Universidade do Minho, criada em 2016 para dar resposta a diversas solicitações do mercado e surge na sequência do sucesso alcançado nos projetos de investigação em que esteve envolvida. Deste trabalho de investigação resultou a conceção de um sistema disruptivo de gestão da produção, posteriormente validado e adotado por parceiros industriais de renome mundial, dos quais se destaca a BOSCH CAR MULTIMÉDIA PORTUGAL, S.A.

O sistema informático proposto pela GenSYS incorpora um conjunto de novos modelos de gestão de informação de artigos, de planeamento, controlo e programação da produção que respondem aos novos requisitos da indústria 4.0.

A utilização deste sistema permite controlar e sincronizar todas as entidades envolvidas no sistema produtivo, nomeadamente:

  • Postos e equipamentos que realmente produzem e executam tarefas produtivas
  • Equipas de manutenção, de preparação (setup) de máquinas, de formação
  • Sistemas de armazenamento – manuais ou automáticos
  • Sistemas de transporte – manuais ou automáticos
  • Entidades externas – fornecedores, transportadores, etc.

Para a persecução destes objetivos, a integração com o grupo PINTO BRASIL, que se dedica fundamentalmente à produção de máquinas industriais, potencia a interligação desta solução com os mais diversos sistemas ciber-físicos e possibilita a construção de verdadeiras “smart factories”.

 

 https://gensys.pt

 

 

AFIA visita Associados presentes na 360 Tech Industry

De 16 a 18 de Maio, a Exponor promove a primeira edição da 360 Tech Industry – Feira Internacional da Indústria 4.0, Robótica, Automação e Compósitos. Numa era marcada pela simbiose entre a tecnologia e engenharia, o evento convida todos os profissionais a conhecer os novos avanços da indústria, bem como as soluções que lhe permitem aumentar a rentabilização dos seus negócios.

in AFIA, 16-05-2019


A 360 Tech Industry assume-se como uma plataforma de negócio e networking entre startups e fábricas, unindo, ao longo de três dias, empresários, engenheiros, investigadores, directores de produção e projectistas.
Os Associados da AFIA vierem mostrar as suas valências neste domínio:

  • DS Smith Tecnicarton – empresa líder em soluções inovadoras para o sector das embalagens industriais. A sua actividade principal centra-se em soluções para o transporte e logística de produtos de grande volume e peso, assim como para produtos que requerem uma protecção total em toda a cadeia logística.

  • GenSYS (grupo PINTO BRASIL) – concebe e implementa soluções informáticas inovadoras para planeamento, controlo e programação da produção em ambientes de grande complexidade e diversidade.

  • PTC Academy é uma academia de formação técnica certificada pela DGERT, criada por profissionais do sector dos moldes e injecção de plásticos, a escola é totalmente dedicada à área da metalomecânica e afins.

 

Bosch Consulting Group, serviços de consultoria e execução de projectos no domínio da Engenharia de Produção e Logística.

 

 

TECNIFORJA adere à AFIA

A Tecniforja é uma empresa especializada no desenvolvimento, projecto e produção de peças técnicas obtidas por estampagem / forjagem em diversas ligas de aço ao carbono bem como de outras ligas.

in AFIA, 16-05-2019


 

A Tecniforja tem implementado um sistema de Gestão da Qualidade e Ambiente com base nos requisitos das normas ISO 9001, ISO 14001 e IATF 16949.

Para mais informações visite a página da TECNIFORJA em:

https://tecniforja.pt/

 

 

El sector de máquinas-herramientas creció un 5,4% en 2018

El sector de máquinas-herramienta y fabricación avanzada ha alcanzado en el año 2018 un nuevo hito en su facturación al llegar a los 1.796,1 millones de euros. Esta cifra representa un crecimiento del 5,4% respecto al dato de 2017, que fue de 1.703,5 millonesde euros. Haciendo un análisis de los diferentes subsectores, se observa un mejor comportamiento del arranque (+15,7%), de los componentes (+6,9%), las herramientas (+4,6%) y de los mecanizados y servicios (+24,2%).

in AutoRevista, 16-05-2019


En palabras del presidente de AFM Advanced Manufacturing Technologies, César Garbalena:“Contrariamente a lo que sucedió en 2017, año en que el enorme tirón de la automoción impulsó al subsector de la deformación a cifras de enorme crecimiento, el año 2018 ha sido notablemente mejor para el arranque que para la deformación. La buena cartera de pedidos acumulada en los dos últimos años ha mantenido sin embargo, el nivel de facturación según nuestras propias previsiones al inicio de año”. Además, las exportaciones, por su parte, crecieron casi el 10%, lo que lleva al sector a su cifra más alta con 1.363,2 millones de euros, frente a los 1.239,8 millones de euros de 2017.

Los principales países de destino para los fabricantes españoles fueron: Alemania, representando un 13,7% del total exportado, México, en segundo lugar, con un 9,7%, y en tercer lugar, China, con un 9,2%. Tras ellos, Estados Unidos, 8,6%; Portugal, 7,1%; y a continuación, Francia, Italia, Reino Unido, República Checa y Polonia. César Garbalena destaca: “el excelente comportamiento de nuestras exportaciones hacia algunos de los mercados que están más cercanos: Portugal (las cifras han crecido un 25% respecto a 2017), Francia (+22%) e Italia (+17%), así como República Checa (en este caso la cifra se ha multiplicado por 2,2), en el entorno europeo. En el continente americano seguimos teniendo excelentes resultados en Estados Unidos (+14,9%) y México (+10,7%). Asia ha perdido el empuje de años anteriores y aunque China ha crecido un 5%, India ha perdido un 30% respecto a lo alcanzado en 2017, igualando prácticamente la cifra de 2016 y quedando fuera del ranking de los 10 primeros destinos”.

Como ya anticipó la AFM al comienzo de este año, los pedidos crecieron un 3,5%. El arranque, con mejores cifras y empujado por el subsector del fresado, arroja un crecimiento del 7,8% mientras que la deformación cayó ligeramente (-1,6%). Los datos que manejamos del primer cuatrimestre reflejan ya una caída en los pedidos, que afectará a nuestra actividad, ”aunque creemos que lograremos compensarla en buena medida con las buenas carteras que mantenemos en general”, afirman desde la asociación.

Presidente da AFIA participou no seminário da CCI Luso-Francesa

Tomás Moreira foi um dos oradores do seminário “A indústria automóvel em Portugal: desafios e oportunidades”, organizado pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Francesa, em colaboração com a FIEV, associação francesa de fabricantes de componentes automóveis.

in AFIA, 15-05-2019


Este evento, realizado no dia 15 de Maio no Porto, foi dividido em 3 mesas redondas.

Crescimento e oportunidades do sector” com intervenções do Presidente da AFIA, Tomás Moreira, que traçou o panorama da indústria automóvel portuguesa. Philomène Dias da AICEP falou do contexto de atractividade de Portugal. Michel Domingues da Renault Cacia prestou o seu testemunho enquanto construtor francês presente em Portugal. Por último Ricardo Leão da INAPAL METAL apresentou os desafios de uma empresa portuguesa.

 

Seguiu-se o 2º painel subordinado ao tema: “Riscos e desafios do sector”:

  • A revolução tecnológica: Luis Nunes, Altranportugal,
  • O automóvel eléctrico: Pedro Domingues, Efacec Power Solutions
  • A indústria 4.0: Vitor Pereira, GFI Informatique Portugal
  • Formação e capital humano: Vitor Dias, CENFIM

 

O 3º painel debateu as “Parcerias e futuras implantações: o que saber?

  • Direito do trabalho e contexto jurídico: Rui Peixoto Duarte, Abreu & Associados
  • Taxas, Impostos e fiscalidade em geral: José Rebouta e Ludovic Loreau, MAZARS
  • Apoio à inovação e a pesquisa e desenvolvimento: Maria do Céu Carvalho, KPMG

 

O almoço foi animado por Pascale Lardin da FIEV que apresentou os desafios da indústria automóvel de amanhã.

 

Da parte da tarde realizaram-se reuniões bilaterais com potenciais compradores/parceiros industriais franceses e nas quais as empresas portuguesas apresentaram as suas capacidades e potencialidades.

 

 

VW says ‘concrete’ talks to begin for new European plant

The plant is expected to make VW Group models including the Skoda Karoq.

in Automotive News Europe, 14-05-2019


Volkswagen Group says it will start talks for a new multibrand car assembly plant in Europe.

The move was announced by VW on Monday after the automaker’s supervisory and management boards gave their approval.

VW will begin “concrete negotiations” for the plant in Europe with the remaining potential locations, VW said in a statement.

VW first said in November that it plans to add an additional plant in eastern Europe to expand its production capacity after 2022.

The move is being driven by acapacity squeeze at VW Group’s Skoda brand. The plant is expected to make the Skoda Karoq and Seat Ateca compact SUVs.

Bulgaria, Serbia and Turkey are all in talks to win the factory, press reports have said.