Skip to main content

Bosch / Universidade do Porto | THEIA: O futuro da Mobilidade Inteligente

Cofinanciado pelo COMPETE 2020, a Universidade do Porto em parceria com a Bosch unem esforços num projeto em co-promoção que visa tornar os veículos mais seguros no contexto da condução autónoma, com perceção da envolvente. Leia o testemunho de José Oliveira, da Bosch.

in Compete 2020, por Cátia Silva Pinto, 23-09-2022


O projeto THEIA tem como objetivo implementar e validar os algoritmos de perceção baseado em dados obtido no sensor LIDAR, como resposta às capacidades exigidas ao automóvel no contexto da condução autónoma: perceção integral da área envolvente, estimativa das condições externas que afetam a condução (e.g. condições metereológicas), teste e validação em contextos laboratoriais.

1. Âmbito

O projeto THEIA – em copromoção entre a Bosch e a Universidade do Porto, tem como objetivo a melhoria das capacidades sensoriais de veículos autónomos, implementando e validando algoritmos de perceção baseados nos dados recolhidos pelos seus sensores – com especial foco nos sensores LiDAR – para construir uma visão/perceção exata, robusta e segura da sua envolvente exterior.

Este projeto surge como resposta às exigências da condução autónoma, nomeadamente na busca de perceção integral da envolvente externa do veículo, de estimativa das condições externas que afetam a condução (e.g. condições meteorológicas), e da caracterização de cenários críticos por meio da realização de testes e validação em contextos laboratoriais – de forma a garantir uma perceção mais avançada do que a do ser humano.

2. Testemunho de Jose Oliveira | Bosch

José Oliveira | Bosch

“A colaboração da Bosch com as Universidades é fundamental para que o nosso estado da arte evolua para outros patamares de conhecimento crítico e que colocam Portugal na vanguarda de novos investimentos de I&D. O contributo do COMPETE 2020 é essencial para os que objetivos do projeto THEIA sejam alcançados. Sem o apoio do COMPETE 2020, estes investimentos em larga escala em I&D não seriam possíveis. Em nome da Bosch, gostaria de agradecer toda a vossa colaboração e suporte.

3. Apoio do COMPETE 2020

O projeto THEIA: Automated Perception Driving conta com o cofinanciamento do COMPETE 2020, no âmbito do Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, na vertente em co-promoção, envolvendo um investimento elegível de 27,3 milhões de euros, a que corresponde um incentivo FEDER de 16,9 milhões de euros.

4. Links

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.