Skip to main content

Autoeuropa começa a produzir protótipos do Polo SUV em Setembro

Em 2018, a fábrica de Palmela vai estar a produzir mais de 200 mil unidades por ano, operando a três turnos. O novo modelo será fabricado na plataforma MQB

in Diário Económico, por Sara Piteira Mota, 28-05-2015

A Volkswagen (VW) Autoeuropa vai arrancar com a produção dos primeiros protótipos do novo Polo SUV (um veículo utilitário desportivo) a partir de Setembro, confirmaram ao Diário Económico fontes ligadas à produção.

“As chamadas ‘null series’, ou seja, protótipos do novo Polo SUV, vão arrancar em Setembro, após as férias de Verão da VW Autoeuropa”, refere fonte ligada à empresa. O novo modelo irá ser produzido sobre a plataforma ‘Modularer Quer Baukasten’ (MQB), que a VW Autoeuropa irá instalar na fábrica.Para dotar aquela unidade desta plataforma a casa-mãe vai investir 677 milhões de euros na modernização da fábrica de Palmela.

Contactada fonte oficial da VWAutoeuropa diz que “não comenta especulações”.

A versão do Polo SUV, que poderá vir a ter outra denominação, será um trunfo importante para a fábrica portuguesa, que necessita de aumentar a produção. Embora a VW Autoeuropa seja apontada dentro do grupo alemão como uma unidade com um grau de especialização elevado, a produção tem sido reduzida devido ao facto de os modelos actuais serem considerados nichos de mercado. A produção oscilou entre as 138 mil carros, em 1998, quarto ano de produção, e as 102 mil unidades no ano passado.

Assim, após um processo de escolha de fornecedores do novo modelo e de os protótipos serem testados, o novo PoloSUV deverá entrar em produção de série em 2016. “Os dados que temos até ao momento permitem-nos avançar que, em 2018, quando a VWAutoeuropa estiver a produzir à velocidade de cruzeiro, irá estar a operar a três turnos e a produzir mais de 200 mil carros por ano”, avançam fonte ligadas à produção. Com três turnos, a fábrica irá gerar mais 500 empregos directos. Actualmente, a fábrica conta com 3.600 colaboradores.

Com o aumento de produção a partir de 2017, a VW Autoeuropa vai alargar o espaço que tem disponível no Porto de Setúbal. “Com uma produção acima das 200 mil unidades a VW Autoeuropa não irá conseguir acomodar os carros nas instalações da fábrica em Palmela”, explica fonte ligada ao processo. Neste sentido, a APSS – Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra adjudicou, a 19 de Maio, o contrato da expansão do terminal ‘ro-ro’ Coelho da Mota para jusante, num investimento avaliado em 2,9 milhões de euros. O Porto de Setúbal é a principal porta para a exportação de veículos produzidos pela VW Autoeuropa para a Europa, a Ásia e, ainda, com um embarque quinzenal directo para a China.

Segundo a APSS, “vão ser construídos mais 5,8 hectares de terrapleno no terminal, que visam melhorar o serviço de importação e exportação de automóveis e passar a oferecer serviços de valor acrescentado na importação e exportação de veículos, serviços actualmente executados em parque de segunda linha”. Nos primeiros quatro meses de 2015, o tráfego ‘ro-ro’ cresceu 19%, com 58 mil veículos movimentados, contra os 48,5 mil movimentados, em 2014.

Novo Polo SUV irá fazer frente ao Nissan Juke

A nova geração do Polo já está a ser produzida em Pamplona, Espanha, sob a plataforma MQB, a mesma que será implementada em Palmela.

O SUV, que será produzido com base na plataforma da nova geração do Polo, terá como tarefa destronar o compacto Nissan Juke, que mostrou através das vendas recorde que o mercado gosta de SUV pequenos.

Em Fevereiro passado, Heinz-Jakob Neuser, membro do conselho de desenvolvimento técnico da VW, afirmou que “no futuro, a VW pretende ter, no mínimo, um SUV em cada segmento, desde o topo de gama do Touareg, passando pela gama do Golf e do Polo”.

Sobre as motorizações o Polo SUV deverá ter no motor a gasolina TSI as variantes com 95 cavalos, 110 cavalos, 185 cavalos e 231 cavalos. Nos motores a diesel, a VW irá disponibilizar a versão 1.4 TDI com 75 cavalos e 105 cavalos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.