Skip to main content

Autoeuropa atinge três milhões de automóveis produzidos

A fábrica de Palmela da Volkswagen atingiu a marca histórica esta quinta-feira, pouco mais de 25 anos após ter iniciado a produção.

in Negócios, por Pedro Curvelo, 26-06-2020


Três milhões. Este é o número de veículos que a Autoeuropa produziu desde o arranque da produção, em 1995. O marco histórico foi atingido esta quinta-feira, 25 de junho, revela a empresa através da rede social LinkedIn.

A fábrica do grupo Volkswagen em Palmela previa alcançar o “número mágico” em abril, ainda antes de celebrar os 25 anos, mas a paragem forçada em meados de março devido à pandemia da covid-19 acabou por adiar por dois meses a meta.

Inaugurada em 1995, a maior fábrica de produção automóvel de Portugal demorou oito anos a alcançar a fasquia de um milhão de unidades, o que aconteceu a 16 de junho de 2003.

Foram necessários mais dez anos para ver sair a unidade dois milhões da fábrica de Palmela. Foi a 2 de julho de 2013 que a fasquia foi superada, numa altura em que a Autoeuropa produzia os modelos Sharan, Eos e Scirocco, da Volkswagen, e ainda o Seat Alhambra.

Agora, sete anos volvidos, sai das linhas de montagem da fábrica o veículo número três milhões, tendo a aceleração no volume de produção da Autoeuropa sido impulsionada pelo modelo T-Roc, que começou a ser produzido em 2017.

O início da produção do SUV compacto da Volkswagen foi o “motor” da aceleração da Autoeuropa nos últimos anos. Sendo que a produção acumulada nos dois últimos anos totaliza 477.800 unidades, quase tanto como os 490.995 veículos que saíram da fábrica entre 2013 e 2017.

A Autoeuropa fechou 2019 com um recorde absoluto de produção: 256.878 unidades, isto depois de em 2018 ter produzido 223.200 veículos, pulverizando o anterior recorde, de 1998, que se cifrava em 138.890 automóveis.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.