SCM CONFERENCE 2019 UNE LIDERANÇA E ESTRATÉGIA NA SUPPLY CHAIN

A supply chain está em constante evolução e caminha para uma nova era. Por isso, não é de estranhar que para a 2.ª edição da SCM Conference, nos dias 6 e 7 de Maio, a aposta da Supply Chain Magazine para a sua grande conferência anual passe por um novo posicionamento, novo modelo e formatos e também um novo local para a conferência que este ano vai reunir no Campus da Nova School of Business & Economics, em Carcavelos, os profissionais nacionais da supply chain.

in Supply Chain Magazine, 22-04-2019


Sob o tema geral “Repensar a supply chain”, a SCM Conference vai este ano reunir durante um dia e meio os decisores nacionais da supply chain para em conjunto debaterem e analisarem em termos de estratégia e liderança os temas, tendências e tecnologias que marcam os nossos dias e estão nas suas agendas.

O primeiro dia começa à tarde – 17:00H – e tem um foco muito claro no pensamento estratégico que comanda não apenas quem está na supply chain mas sobretudo quem lidera as nossas empresas, porque, definitivamente, isso pode fazer toda a diferença no êxito ou fracasso das mesmas.

O primeiro dia termina por volta das 19:30H com um cocktail que irá certamente contribuir para dar um boost de descontração, proximidade e confiança a todos os participantes, até porque o dia 7 configura-se promissor e cheio.

“Repensar a supply chain” e as estratégias empresariais, nesta nova era em que as fronteiras entre os mundos físico e digital são ténues e cada vez mais indistintas, é a proposta para os trabalhos do segundo dia da SCM Conference.

Ao longo do dia haverá tempo para conhecer e reflectir sobre os impactos de todas estas mudanças nas operações, os inputs que estão a ser trazidos pela tecnologia e sobretudo perspectivar caminhos de futuro. É que, queira-se, ou não, os mercados tradicionais estão a redefinir-se, as expectativas dos clientes estão em constante evolução e a maneira como tudo acontece diariamente nas cadeias de abastecimento está a passar por enorme transformação. Na SCM Conference 2019 pode ficar a saber como os líderes da supply chain nas suas empresas juntam as aprendizagens do passado recente com as suas aspirações para o futuro. No fundo, conhecer em primeira mão o que pensam e estão a fazer profissionais que, no dia-a-dia, enfrentam desafios em tudo semelhantes aos seus. Reserve já o final do dia 6 e o dia 7 de Maio na sua agenda e prepare-se para assistir a uma conferência memorável.

Saiba mais em: https://www.supplychainmagazine.pt/scmconference2019/

 

 

SEAT aumentó sus compras en un 5,6% en 2018

El área de Compras de SEAT, que dirige esta función para el Grupo Volkswagen en la península ibérica, gestionó en 2018 un volumen de 7.137 millones de euros, lo que representa un aumento del 5,6% respecto al año anterior (6.758 millones).

in AutoRevista, 22-04-2019


El 79% de las compras correspondieron a materiales de producción, recambios y accesorios para los modelos que se fabricaron en la planta de Martorell (SEAT Ibiza, Arona y León, así como Audi Q3 y A1), y el 21% restante se destinó a bienes y servicios generales. Más de un 60% del volumen total de compras se realizó a proveedores españoles.

En 2018, el área de Compras contribuyó a la optimización de costes que permitió a SEAT alcanzar un beneficio récord después de impuestos de 294 millones de euros, un 4,6% más que en 2017. En los últimos cinco años, el volumen de compras gestionado por SEAT ha crecido un 23,2%, desde los 5.791 millones de euros de 2014 a los 7.137 del último año.

“La calidad, la eficiencia y la optimización de costes son factores clave para la consecución de los objetivos del área de Compras. Para ello, mantenemos una relación de colaboración y confianza con nuestra red de proveedores que nos permite impulsar proyectos estratégicos, como la dirección de las compras generales en la península ibérica y el desarrollo del Norte de África”, ha afirmado Klaus Ziegler, vicepresidente de Compras de SEAT. La estrategia de globalización de SEAT con, entre otros proyectos, el liderazgo en el Norte de África y de la planta de ensamblaje en Argelia, ha ampliado las responsabilidades del área de Compras.

Entre los proyectos más destacados de 2018, el departamento de Compras contribuyó al lanzamiento del SEAT Tarraco, que se fabrica en la principal planta del Grupo en Wolfsburg. SEAT lideró el proyecto y gestionó la elección de los proveedores, de las pruebas de preseries y del control de las piezas. También en 2018, la compañía estableció la reducción progresiva del coste total por vehículo para establecer un modelo productivo más eficiente y sostenible. Para conseguirlo, se inició el proyecto Full Cost Optimization (FCO), gestionado por un equipo de trabajo multidisciplinar en el que participan las áreas de I+D, Producción, Finanzas y Compras. El año pasado se aplicaron propuestas de mejora que significaron un ahorro de 141 millones de euros.

 

 

Parliament adopts ambitious new CO2 standards for trucks

The European Parliament formally adopted today the first-ever EU Regulation on CO2 emission standards for heavy-duty vehicles. Manufacturers will have to reduce average carbon emissions by 15% by 2025 and by 30% by 2030, compared to 2019. The Parliament confirmed the targets set forward by the Commission in its legislative proposal, which will be challenging for the industry to achieve. Much will depend on the Commission quickly updating the VECTO simulation tool to account for innovative emission-reduction technologies.

in CLEPA, 18-04-2019


Sigrid de Vries, Secretary General of CLEPA, the association of automotive suppliers, commented on the vote: “Automotive suppliers are contributing actively to meet the objectives of the Paris agreement. CLEPA supports the setting of clear emission targets by the EU, although it will be challenging to achieve them for all actors involved. European trucks are already the most efficient in the world. While transport of goods has increased by over a third since 1995, emissions have barely risen. This shows how much pressure the market already exerts towards more efficient vehicles.”

The regulation on CO2 standards for heavy-duty vehicles is linked to VECTO, the tool for the simulation and certification of heavy-duty vehicles’ emissions. Only the efficiency gains that can be certified by VECTO are taken into account in the simulation of a vehicle’s emissions. Currently, the scope of VECTO only covers the tractor and a limited number of drivetrain technologies. Only once the tool will have been upgraded to take into account efficiency gains from new technologies — such as hybridisation and or trailer components — will the associated potential to reduce emissions will be unlocked. “For the regulation to efficiently achieve emission reductions, an approach is necessary which looks not only at the efficiency of the vehicle tractors but also the trailers, as well as facilitating the deployment of low carbon synthetic fuel,” explained de Vries, adding: “A comprehensive, swift, and regular upgrade of VECTO will be a key criterion for success and bring the ambitious targets of the regulation closer within reach. The Commission is tasked to deliver.”

The Regulation also includes, until 2025, a “super credit” system as a positive incentive for the deployment of zero- and low-emission vehicles, rewarding manufacturers starting from the very first zero- or low-emission vehicle placed on the market. From 2025 onwards, a minimum sales quota of 2% for zero- and low-emission vehicles will replace of the super credit. De Vries commented: “Automotive suppliers support the principle choice for a positive incentive system to pull new technologies into the market.” The Parliament was also instrumental in introducing a differentiation of the definition of low-emission vehicles per vehicle sub-group. This is expected to facilitate the development of low-emission vehicles across the entire fleet, says de Vries: “It is important to push for the development of low-emission vehicles in long-haul transport. Given the high mileage in this segment, the potential for reduction of emissions is substantial.”

Similar to the Regulation for cars and vans, the Commission is required to assess the feasibility of developing a methodology to assess heavy-duty vehicle emissions over the entire life-cycle. De Vries: “Automotive suppliers have always supported the step forward to well-to-wheel or life-cycle analysis, which should help levelling the playing field for different drivetrain technologies and take into account emissions embedded in energy production.”
The Council is also expected to formally adopt the Regulation shortly.

 

 

TRIMNW – Moulded Parts & Nonwovens, lda – Booth G6530 (GACS)

Portuguese non-wovens manufacturer Trim NW will be showing off its range of Termoline products. Within this extensive line of industrial non-wovens, there is a choice of weights ranging from 17g/m2 to 75g/m2.

in Global Automotive Components & Suppliers Expo, 18-04-2019


They are based on Thermalbond technology and perform especially well as protective barriers and have excellent demolding properties. The non-wovens can also be produced in more visually appealing variants for headliners, parcel shelves and other interior components. These visible non-wovens can be produced with a textile finish, regardless of the substrate, which can be glass fiber, ABS or thermoplastic felt.

 

https://www.trimnw.pt

 

 

 

Empresas Associadas da AFIA Distinguidas com o Estatuto PME Excelência

O Estatuto PME Excelência foi criado pelo IAPMEI com o objectivo de sinalizar, através de um instrumento de reputação, o mérito de pequenas e médias empresas com perfis de desempenho superiores.

in AFIA, 17-04-2019


A selecção das PME Excelência é feita anualmente, a partir do universo das PME Líder, e distingue as empresas, que nos vários sectores de actividade apresentaram os melhores resultados económico-financeiros e de gestão.

Na cerimónia realizada hoje, 17 de Abril, no Altice Fórum Braga foram galardoadas cerca de 2400 empresas, entre as quais 5 empresas Associadas da AFIA:

Estas distinções confirmam uma vez mais a qualidade e inovação das empresas portuguesas da indústria de componentes para automóveis, reconhecendo a sua aposta no desenvolvimento sustentado quer das próprias organizações, quer dos seus colaboradores.

 

 

SOPAIS distinguida com o Estatuto PME Excelência 2018

A SOPAIS, associada da AFIA, foi uma das 2.378 pequenas e médias empresas que foram hoje distinguidas com o estatuto PME Excelência 2018 numa cerimónia que contou, entre outras, com a presença do Primeiro-Ministro e Ministro-Adjunto e da Economia.

in AFIA, 17-04-2019


A SOPAIS – Componentes Metálicos, Lda. é uma empresa portuguesa em actividade desde 1987 e com sede em Estarreja.

A SOPAIS fornece essencialmente componentes metálicos para a indústria automóvel: estampagem, conformação de peças, conformação de tubo e soldadura.

Como forma de responder às exigências e necessidades dos clientes a SOPAIS encontra-se certificada pelas normas IATF 16949 (Automóvel), ISO 14001 (Ambiente), OSHAS 18001 (Saúde  e Segurança Ocupacional).

Para mais informações consulte o site da empresa em:

www.sopais.pt

 

 

SIROCO distinguida com o Estatuto PME Excelência 2018

A SIROCO, associada da AFIA, foi uma das 2.378 pequenas e médias empresas que foram hoje distinguidas com o estatuto PME Excelência 2018 numa cerimónia que contou, entre outras, com a presença do Primeiro-Ministro e Ministro-Adjunto e da Economia.

in AFIA, 17-04-2019


A SIROCO, Sociedade Industrial de Robótica e Controlo, S.A. fornece soluções eficientes totalmente automatizadas para sistemas de montagem da indústria automóvel e outras indústrias.

A SIROCO, fundada em 1988, tem sede em Aveiro e encontra-se certificada pelas normas ISO 9001 e ISO 14001 (norma ambiental).

Para mais informações consulte o site da empresa em:

http://siroco.com.pt/

 

 

MAXIPLÁS distinguida com o Estatuto PME Excelência 2018

A MAXIPLÁS, associada da AFIA, foi uma das 2.378 pequenas e médias empresas que foram hoje distinguidas com o estatuto PME Excelência 2018 numa cerimónia que contou, entre outras, com a presença do Primeiro-Ministro e Ministro-Adjunto e da Economia.

in AFIA, 17-04-2019


A MAXIPLÁS – Plásticos de Engenharia, Lda., foi fundada em 1989 tem sede em Pombal e é uma empresa especializada no processamento de termoplásticos de engenharia.

A MAXIPLÁS encontra-se certificada pelas nornas IATF 16949 e ISO 9001.

Para mais informações consulte o site da empresa em:

https://maxiplas.pt/

 

 

 

CELOPLÁS distinguida com o Estatuto PME Excelência 2018

A Celoplás – Plásticos para a Indústria, S.A., associada da AFIA, foi uma das 2.378 pequenas e médias empresas que foram hoje distinguidas com o estatuto PME Excelência 2018, numa cerimónia que contou, entre outras, com a presença do Primeiro-Ministro e do Ministro-Adjunto e da Economia.

in AFIA, 17-04-2019


A Celoplás – Plásticos para a Indústria, S.A., com sede em Grimancelos (concelho de Barcelos) foi fundada em 1989, e tem actualmente como actividade a injecção peças técnicas de precisão em matérias plásticas e respectivo fabrico de moldes.

A Celoplás é certificada de acordo com os referenciais normativos ISO 9001, IATF 16949, ISO 14001 e NP 4457.

Para mais informações consulte o site da empresa em:

 

https://celoplas.pt/

 

 

 

 

CAETANO COATINGS distinguida com o Estatuto PME Excelência 2018

A Caetano Coatings, S.A., associada da AFIA, foi uma das 2.378 pequenas e médias empresas que foram hoje distinguidas com o estatuto PME Excelência 2018, numa cerimónia que contou, entre outras, com a presença do Primeiro-Ministro e do Ministro-Adjunto e da Economia.

in AFIA, 17-04-2019


A Caetano Coatings iniciou a sua actividade em 1991, no Carregado, a cerca de 30 km de Lisboa, apresenta uma oferta alargada de serviços dirigidos ao sector automóvel e à engenharia civil, baseados em tecnologias tão diversas como a pintura líquida, pintura a pó acrílico, pintura a pó epoxy, pintura cataforese, decapagem industrial, pintura e revestimentos industriais e pavimentos especiais. Estas tecnologias encontram-se agregadas em duas áreas de negócio autónomas:

  • a divisão Automotive
  • a divisão de Protecção de Aço e Betão & Pavimentos Industriais

Para mais informações visite o site da empresa:

www.caetanocoatings.pt